ENDEREÇO

Consultório Albert Einstein
Avenida Albert Einstein,
627 Bloco A1 –
Pavilhão Vicky e Joseph Safra,
2ºAndar, Sala 219 – São Paulo – SP

TELEFONE

EQUIPE MÉDICA

Dr. Sergio Araujo
CRM: SP 75.637

FALE CONOSCO

Colorretal © 2019 desenvolvido por Sanders Digital

O Desafio da Endometriose Intestinal: Tratamento cirúrgico Robótico.

Nesse vídeo, demonstra-se o uso do grampeamento robótico e do desse sealer no sistema robótico Xi.


Juntamente com a introdução de técnicas cirúrgicas trans-anal endoscópicas, a principal inovação técnica atual no campo da cirurgia colorretal minimamente invasiva tem sido a introdução da cirurgia robótica.


Os resultados clínicos associados à cirurgia colorretal robótica parecem derivar de uma visão tridimensional estável de alta definição, alto grau de articulação do instrumento e ergonomia superior.


Quando se trata de restaurar a continuidade intestinal após ressecções colorretais, as falhas anastomóticas continuam sendo a preocupação mais importante.


A falha anastomótica após ressecção do cólon esquerdo está associada a aumento da morbimortalidade.


A incidência de falha anastomótica pode chegar a 11% e demonstrou-se que não responde aos avanços nas técnicas operatórias ou na tecnologia de grampeamento.


A morbimortalidade derivada de fístulas anastomóticas pode ser significativa para pacientes submetidos à cirurgia eletiva de câncer colorretal, especialmente para pacientes mais velhos portadores de lesões retais.



Além disso, complicações infecciosas anastomóticas abrigam um impacto prognóstico negativo na recorrência local e na sobrevida a longo prazo específica do câncer após ressecções restaurativas do câncer colorretal.


Saiba mais em:






logotipo-colorretal.png
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon