Blog

Carne Vermelha, Carne Processada e Câncer do Intestino

Publicado por Dr. Sérgio Araujo em 14/02/2017

A Organização Mundial da Saúde (OMS) decidiu classificar a carne processada como um carcinógeno.

Após a avaliação da carcinogenicidade associada ao consumo de carnes vermelhas e de carnes processadas, a Agência Internacional de Pesquisa do Câncer (IARC) – agência do câncer da Organização Mundial da Saúde – colocou carnes processadas na mesma categoria do fumo, amianto e plutônio.

Depois de analisar a literatura científica, um grupo de 22 especialistas de 10 países convocados pelo IARC classificou o consumo de carne vermelha como “provavelmente carcinogênico para humanos” (Grupo 2A), com base em evidências limitadas de que o consumo de carne vermelha causa câncer em humanos.

Esta associação foi observada principalmente para câncer do intestino, mas também foram observadas associações para câncer pancreático e câncer de próstata.

Carne em lata

Carne em lata

Já a carne processada foi classificada como cancerígena para os seres humanos (Grupo 1), com base em evidência suficiente em seres humanos de que o consumo de carne processada causa câncer do intestino.  

Carne processada refere-se à carne que foi transformada através de salga, cura, fermentação, fumo ou outros processos para melhorar o sabor ou melhorar a preservação. Exemplos de carne processada incluem cachorros-quentes, presunto, salsichas, carne enlatada e em conserva e preparações à base de carne e molhos.

Parece que para um indivíduo, o risco de desenvolver câncer do intestino por causa do consumo de carne processada continua pequeno, mas esse risco aumenta com a quantidade de carne consumida. Em vista do grande número de pessoas que consomem carne processada, o impacto sobre a incidência de câncer é de importância para a saúde pública. 

O grupo de trabalho responsável pelas recomendações considerou mais de 800 estudos que investigaram associações de mais de uma dúzia de tipos de câncer com o consumo de carne vermelha ou carne processada em muitos países e em populações com dietas diversas.

Voltar ao Topo